segunda-feira, janeiro 15, 2007

RESUMO

O presente estudo visa a discutir sobre práticas do disciplinamento no Liceu do Ceará dos anos de 1937 a 1945, procurando compreender os elementos que constituíam a idéia do disciplinamento e suas práticas naquela época, não esquecendo, todavia, a maneira como as pessoas reagiam ao ideal da disciplina. Para a elaboração deste estudo, nos apoiamos na consulta de livros de memórias de ex-alunos e ex-professores, documentos escritos, como relatórios de interventores, ofícios, decretos-leis e estatutos, anuários do Estado do Ceará, artigos de revistas e de jornais, e, principalmente, memórias recolhidas mediante entrevistas com ex-alunos, ex-professores e filho do ex-diretor Otavio Terceiro de Farias, fonte prioritária nessa pesquisa. Por meio dessas fontes, percebemos que o rigor disciplinar aplicado nos anos de 1937 a 1945 podia ser identificado noutros momentos da história do Liceu do Ceará, mas, diferentemente destes, enfrentava como um novo desafio a preservação da tradição e do prestígio do estabelecimento em meio ao significativo crescimento da oferta de vagas e de serviços no Liceu e do aumento do número de professores e funcionários. Procuramos recuperar a história vivida por parte dos atores sociais em relação às práticas do disciplinamento no Liceu do Ceará, no período de 1937 a 1945, abrangendo tanto as condicionantes estruturais do comportamento humano na história, como a margem de liberdade e de criatividade. Desta forma, tratamos neste estudo da disciplina e da indisciplina de alunos e funcionários, das práticas do disciplinamento e das reações a elas. Ao tratar do referido tema, realizamos um revisão bibliográfica envolvendo diferentes autores, mas, em particular, trabalhamos com Michel Foucault, levando em consideração sua pesquisa a respeito do disciplinamento nas escolas. A pesquisa foi dividida em 3 capítulos. No primeiro, apresentamos o Liceu do Ceará, partindo de sua história inicial e tratando do delineamento de sua estrutura nos anos em estudo, empreendidas pelas reformas educacionais de Francisco Campos (1931) e Gustavo Capanema (1942) e de seu crescimento. No segundo, falamos das estratégias do disciplinamento, da maneira como eram aplicadas e do sentido destas. No último capítulo, relacionamos as indisciplinas cometidas por alunos e professores, mostrando que elas aconteciam dentro e fora do Liceu, por causa de uma diversidade de motivos e quando a vigilância falhava ou por tolerância conivente.


ABSTRACT

This study discuss the disciplining practices at Liceu do Ceará from 1937 to 1945, trying to understand the disciplining idea components and practices at that time observing either people’s reaction to the discipline ideal. To do this work we consulted memory books of ancient students and teachers, written documents like interventors reports, official letters, decrees and statutes, annuaries of Ceará, articles of magazines and newspapers, and mainly memories collected by inerviewing ancient students, and an ancient teacher, son of an ancient Principal, Mr. Otavio Terceiro de Farias, main source of this research. By these sources we understood that the discipline rigidity put into practice from 1937 to 1945 would be seen in other moments of Liceu’s practice, but in other way there was a new challenge: the preservation of tradition and of the establishment’s reputation amidst the expressive increasing supply of vacancy and services at Liceu and the increasing of teachers and employees. Trying to retrieve same of the social actors’ history relating to disciplining practices at Liceu do Ceará from 1937 to 1945, including the structural condicioners of human behavior in the history as much as freedom and creativity edges. So at this study about discipline and undiscipline of students and employees, disciplining pratices and the reactions, we implemented a bibliographical review of diferent authors, but in particular we studied Michel Foucault, taking into consideration his research about disciplining at schools. The research has three parts. In the first one, we introduce Liceu do Ceará starting from its inicial history and sketching its structure, during the period under consideration, undertaken by Francisco Campos (1931) and Gustavo Capanema’s (1942) refurbishment and its growth. In the second one we talk about disciplining strategies, the way they were applied and its sense. In the last one we make a list of students’ and teacher’s undiscipline showing that they happened in and out the school, because of several reasons and when the vigilance failed or for conniving tolerance.

Um comentário:

Angelo disse...

Quem foi Otávio terceiro de Farias?
Pois sou de Belém e sou neto de Francisco terceiro de farias que veio do Ceará ainda jovem com sua esposa Isabel maria... Vc poderia me dar uma ajuda? Gostaria de seber a origem de minha família no Ceará.